Assinatura visual

Nossa assinatura visual foi criada pelo Professor Fernando Santor (Publicidade e Propaganda, UNIPAMPA). Confira abaixo a justificativa de marca desenvolvida pelo professor.

marcas_omicult-2

A assinatura visual do OMiCult – Observatório Missioneiro de Atividades Criativas e Culturais – busca representar a pluralidade de elementos constitutivos dos processos de ensino, pesquisa e extensão relacionados com atividades criativas das regiões das Missões do Rio Grande do Sul. O OMiCult tem como missão estimular o debate entre pesquisadores, agentes governamentais e representantes dos setores culturais acerca do impacto dessas atividades nas diversas dimensões sociais (social, econômica, política, etc.).
Nesta perspectiva a assinatura visual apresenta ícones de fácil reconhecimento, por se tratar de elementos de conhecimento coletivo, e que garantem a representatividade daquilo que o Observatório representa.

O desenho da marca tem o objetivo de comunicar os conceitos de pluralidade, complementaridade, conjunto, foco de observação, criatividade e cultura.

Posicionado sobre o logotipo, ou ao lado em assinaturas alternativas, o símbolo da marca é uma ilustração que reúne elementos que indicam a articulação entre a literatura (livros), as artes cênicas (máscaras teatrais), a pintura e a escultura (moldura de um quadro), a culinária e gastronomia (pratos e talheres), a arquitetura (o Partenon grego), a cinematografia e a produção audiovisual (claquete), a música (nota musical) e a religião (cruz). Apesar de alguns símbolos portarem certas especificidades, como a cruz que remete ao cristianismo e o Partenon que remete à arquitetura grega, entende-se que o conjunto significativa não fica prejudicado já que a escolha de um ícone de fácil compreensão também remete ao demais do mesmo grupo.

 Todos estes elementos estão dispostos no contorno de uma figura geométrica circular a qual representa o globo terrestre, enquanto representação do todo, do conjunto, do mundo, e globo ocular, enquanto representação da observação e, principalmente, da análise deste mundo pela perspectiva das atividades criativas e culturais.

As cores, que apresentam em sua maioria cores contrastantes, tanto frias quanto quentes, transmite a articulação desta pluralidade que ajuda, ao mesmo tempo, a destacar cada elemento e a demonstrar a contribuição de cada área criativa e cultural para o conjunto.

O nome OMiCult, e também sua versão por extenso, Observatório Missioneiro de Atividades Criativas e Culturais, recebeu caracteres sem serifa na perspectiva de representar a dinamicidade e a rigorosidade do processo de análise científica sobre os objetos. A objetividade e a maturidade, próprias do azul, assim como a intuição e o respeito, próprios do violeta, estão presentes no nome quando da utilização do azul violeta. Isso reforça a necessidade de um trabalho de investigação sério que necessita de certa quantidade de humanismo e sensibilidade.

Prof. Fernando Silva Santor
Professor Assistente do Curso de Publicidade e Propaganda, Universidade Federal do Pampa, campus São Borja
Bacharel em Publicidade e Propaganda pela UNICRUZ e Mestre em Comunicação Midiática pelo POSCOM – UFSM